CESCONTAB ESCRITORIO DE CONTABILIDADE - comprando-mais-do-que-vende

Comprando mais do que vende? Sua empresa pode ser excluída do Simples Nacional!

A legislação do simples nacional prevê um limite para compras de no máximo 80% das entradas de recursos. Para despesas o limite é 20%. Se sua empresa está com as compras maiores do que as vendas por vários meses consecutivos, fique atento porque a Receita Federal está detectando esse comportamento e excluindo a empresa do Simples Nacional.

Esse comportamento representa perante o fisco indícios de sonegação fiscal. Temos conhecimento de vários atos de exclusão do Simples por parte da Receita Federal que foram publicados no diário oficial. Fique atento, compra maior que a venda é motivo para exclusão do simples nacional conforme inciso X do Artigo 29 da Lei Complementar 123/2006.

Compartilhar:
Cescontab contabilidade - MP 899/19

MP do Contribuinte Legal permitirá a negociação de dívidas com a União.

O programa não abrange todas as dívidas, A MP 899/19 alcançará dívidas tributárias de pessoas físicas ou jurídicas que já estão em estágio avançado de cobrança, que compreendem as modalidades de dívida ativa e contencioso administrativo. A proposta é permitir que o fisco possa fazer acordo de quitação de dívidas e reduzir o número de processos de cobranças. Essas dívidas terão redução nos encargos de até 70%. Importante lembrar que a redução é apenas nos encargos, o valor principal é devido integralmente.

A MP ainda precisa ser aprovada na câmara por deputados e senadores no prazo de 120 dias, caso contrário perderá a validade. A Receita Federal irá regulamentar o programa e o Governo divulgará a listagem de quem poderá aderir.

Estão fora deste programa as empresas optantes pelo Simples Nacional, as multas criminais ou penalidades decorrentes de fraudes fiscais.

Compartilhar:
Divergências nas operações com cartão de crédito

Divergências nas operações com cartão de crédito

Vender no cartão e não emitir nota fiscal é problema na certa com o FISCO. Esse cruzamento é eletrônico e a SEFAZ já faz isso há anos. Neste vídeo eu falo um pouco sobre os cruzamentos que a receita tem feito entre o valor que as operadoras de cartão de débito ou crédito declaram que a empresa operou durante um mês e o total de receita oferecida a tributação.

Compartilhar: